Home / Bem estar / ALERTA AOS PAPAIS: APÓS NASCIMENTO DOS FILHOS, A TENDÊNCIA É ENGORDAR

ALERTA AOS PAPAIS: APÓS NASCIMENTO DOS FILHOS, A TENDÊNCIA É ENGORDAR

Estudos comprovam que a “vida de pai” engorda, mas especialistas contam como reverter essa situação

Engana-se quem pensa que apenas as mães engordam depois de terem seus filhos. Claro que é fato que a mulher ganha peso, afinal, ela está carregando um bebê na sua barriga e seu corpo passa por inúmeras mudanças. Mas e os pais? Por que também engordam após o nascimentos dos filhos?

Segundo um estudo realizado pela Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, publicado recentemente no jornal American Journal of Men’s Health, os homens engordam cerca de 10 quilos após o nascimento do bebê. “Você ganha novas responsabilidades quando tem filhos e pode não ter tempo para cuidar da própria saúde, como fazia antigamente”, explica Craig Garfield, professor da Universidade e principal autor da pesquisa.

“A relação do ganho de peso está facilmente ligada às mudanças no estilo de vida, alimentação e entre os principais fatores ficam a falta de tempo para exercitar-se, o consumo elevado de fast foods e as noites sem dormir, principalmente quando o filho é pequeno”, comenta a médica nutróloga Liliane Oppermann.

Além disso, o estudo ainda revelou alguns números interessantes da pesquisa: os homens passam a ficar mais exaustos no final do dia, e, por isso, cerca de 40% se disseram incapazes de ajudar nas tarefas domésticas ; 25% admitiram tirar cochilos no meio do dia e 20% confessaram ter pegado no sono enquanto liam para o filho.

O principal problema que podemos destacar nesse contexto, é que a maioria desses pais nem ao menos “percebe” essa mudança, vão se deixando levar, não procuram ajuda médica para si mesmos e acabam comprometendo sua saúde de forma geral. “Quanto mais peso o pai ganha e maior o seu IMC, maior é o risco que ele tem de desenvolver doenças cardíacas, assim como diabetes e câncer”, alerta Dra. Liliane.

TEMPO PARA SER SAUDÁVEL

As personal trainers Flávia Picolo e Carina Rosin, dão algumas dicas para os papais de todas as idades ganharem novos estímulos e se manterem sempre saudáveis:

– Companhia: A nossa recomendação aqui, é que procure se exercitar com a mamãe, assim, os dois podem ter incentivo e colocar o exercício como parte da rotina do casal. Se essa opção não for possível,pois há o revezamento no cuidado com bebê, chame um amigo que coincidentemente passa pelo mesmo momento e situação que você. Una o útil ao agradável!

– Não sobra tempo: Acreditamos que essa “desculpinha” não existe, porque se você realmente quiser, você faz! Se você só tem 20 minutos, que seja, para fazer algum tipo de atividade física, sem problemas! O importante é fazer!!! Além disso, estipule um horário que você tenha disposição e prazer em fazer isso.

– Qualquer lugar: Gastar dinheiro com academias também não precisa ser um problema, principalmente se você sabe que não vai conseguir frequentar diariamente. O ideal é praticar exercícios ao ar livre, como caminhadas e corrida. Você também pode comprar objetos e equipamentos para deixar na sua própria casa, pois dessa forma não bate aquela preguiça pra sair de casa e nem o remorso de ter pago a academia.

– Prazer: Descubra uma atividade que você goste de fazer, porque assim fica mais difícil desistir e arranjar pretextos. Esportes como futebol, danças, hidroginástica, caminhada, musculação e aulas diferenciadas são alguns dos exemplos.

– Objetivos: Estabeleça metas e avalie constantemente os resultados alcançados, porque quanto mais perto do seu objetivo, maior é a motivação para continuar. Monte uma tabelinha de quantos exercícios ou tempo gasta e vá aumentando gradativamente e assim verá o resultado mais fácil e a chance de desmotivar diminui.

Ser pai, sem dúvidas, é uma das maiores alegrias do mundo. A transição para a paternidade é uma importante fase na vida dos homens, e, não tem nem como não acontecerem mudanças na rotina. “Mas é preciso saber lidar com seu próprio tempo e criar horários, pois um filho não pode ser um empecilho nas nossas vidas, pelo contrário, tem que ser o maior incentivo para termos saúde e estarmos sempre por perto deles. Um dos maiores incentivos é sempre frequentarmos médicos para cuidar da nossa própria saúde, sem abrir mão de fazer o mesmo pelo seu filho, que desde pequeno, deve criar esse hábito”, opina a nutróloga.

Veja também

Avenida Cel. Peroba recebe alterações na próxima semana

A partir da próxima segunda-feira, dia 23 de outubro, a mão de direção no trecho …

Deixe uma resposta