Home / Destaques / Dependência Digital

Dependência Digital

Dr. Carlos Eduardo Berzin da Rocha
Psiquiatra CRM 161.560

A dependência da internet vem ganhando cada vez mais evidência nos meios de comunicação, seja por meio de publicações científicas ou mesmo discussões leigas. Isso é reflexo do nosso atual contexto sociocultural, influenciado principalmente pela geração digital formada por jovens nascidos entre os anos 1990 e 2000 que cresceram sob constante exposição às redes sociais. Atualmente, o uso progressivo da internet faz com que a linha divisória entre o uso recreacional e patológico ficasse cada vez mais tênue.
Como se trata de um fenômeno relativamente novo, pesquisas que estimam a prevalência do transtorno são ainda incipientes. Porém, estudiosos falam em até 10% da população de usuários de internet já teriam desenvolvido algum grau de dependência. Trata-se de um número bastante considerável.
Os principais indícios de que uma pessoa está dependente são preocupação excessiva com a internet, necessidade de aumentar o tempo conectado para se sentir satisfeito, exibir esforços repetidos para diminuir o tempo de uso, apresentar irritabilidade e/ou depressão ou labilidade emocional quando o acesso é restringido, permanecer mais tempo conectado do que o programado, ter o trabalho e as relações familiares e sociais em risco pelo uso excessivo e mentir sobre a quantidade de horas que permanece online.
Por fim, a dependência de internet emerge como um dos mais novos transtornos psiquiátricos do século XXI. Discutir sobre isso é importante, já que esse universo virtual e tecnologia estão ativamente em nosso meio. Inúmeros benefícios foram conquistados pela internet, mas é necessário também observar os possíveis males que seu uso excessivo pode causar.

Veja também

Show Felipe Araújo – Sossega Madalena

Na quinta-feira, véspera de feriado, o Sossega Madalena recebeu o cantor Felipe Araújo. Com a …

Deixe uma resposta