Home / Cultura / ‘Dia de Ler.Todo Dia!’ terá desafio e troca de livros em Itatiba

‘Dia de Ler.Todo Dia!’ terá desafio e troca de livros em Itatiba

A Prefeitura de Itatiba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, aderiu ao ‘Dia de Ler.Todo Dia!’ e a população está convidada para participar no dia 1° de outubro. Para reforçar a participação de Itatiba, a Secretaria criou um desafio de leitura. Foram selecionados três trechos de livros e os leitores terão que descobrir o nome da obra literária e qual o seu autor.

Após o leitor descobrir os nomes dos três livros e de seus autores, ele deverá levar a resposta à Biblioteca ‘Chico Leme’, onde preencherá um cupom. As respostas deverão ser encaminhadas até às 16h30 do dia 1º de outubro. Os participantes, que terão que acertar as três respostas, participarão do sorteio de um livro e, ainda, darão força para o movimento nacional do ‘Dia de Ler. Todo Dia!’, do qual Itatiba participa.

“O objetivo é fazer com que as pessoas pesquisem sobre esses autores. Tem um trecho de autor clássico da literatura estrangeira; um trecho de autor nacional e que é conhecidíssimo, e um de best-seller. Vale a pena participar, todos que lerem as obras desses autores não irão se arrepender do rico conhecimento que elas nos proporcionam”, disse o Secretário da Cultura e Turismo da Prefeitura de Itatiba, Prof. Dr. Luis Soares de Camargo.

Os trechos
Além dos trechos dos livros, há também uma dica sobre os autores. O primeiro trecho é um clássico da literatura estrangeira. Seu autor foi condenado à morte por ser um revolucionário, mas sua pena foi comutada por dez anos de trabalhos forçados – “Estava cada vez mais transtornado, sobretudo desde que cometera o segundo assassínio, que não premeditara. Tinha pressa em fugir. Se naquele momento estivesse em estado de perceber melhor as coisas, se lhe tivesse sido possível calcular todas as dificuldades da situação, vê-la tão desesperada, tão horrorosa, tão absurda como realmente era, compreender quantos obstáculos tinha ainda a remover, talvez mesmo novos crimes a praticar, para poder deixar essa casa e refugiar-se na rua, teria provavelmente renunciado à luta e ido ato contínuo denunciar-se; nem se pode dizer que fosse a pusilanimidade que o levaria a isso, mas o horror do que fizera. Essa impressão ia tomando vulto a cada momento. Por coisa alguma se aproximaria agora do cofre nem entraria no quarto.”

O segundo trecho é um clássico da literatura nacional. O autor é mineiro. – “Tive medo. Sabe? Tudo foi isso: tive medo! Enxerguei os confins do rio, do outro lado. Longe, longe, com que prazo se ir até lá? Medo e vergonha. A aguagem bruta, traiçoeira – o rio é cheio de baques, modos moles, de esfrio, e uns sussurros de desamparo. Apertei os dedos no pau da canoa. Não me lembrei do Caboclo D´água, não me lembrei do perigo que é a “onça d´água”, se diz – a ariranha – essas desmergulham, em bando, e bécam a gente: rodeando e então fazendo a canoa virar, de estudo. Não pensei nada. Eu tinha o medo imediato. E tanta claridade do dia. O arrojo do rio, e só aquele estrape, e o risco extenso d´água de parte a parte. Alto rio, fechei os olhos.”

O escritor do terceiro trecho é inglês. O personagem principal deste livro recente e famoso não é humano. – “Aprendi sozinho a tocar guitarra quando era adolescente, quando voltei a viver na Austrália. As pessoas me mostravam as coisas e depois investia nelas por mim mesmo. Consegui minha primeira guitarra quando tinha 15 ou 16 anos. Era muito tarde para começar a tocar profissionalmente, eu suponho. Comprei uma velha guitarra elétrica numa loja de artigos usados em Melbourne. Sempre toquei com as guitarras acústicas de meus amigos, mas sonhava com uma elétrica. Amava Jimi Hendrix, achava-o fantástico e queria tocar como ele. A seleção de músicas que escolhi para minha apresentação de rua trazia algumas que gostava de tocar havia anos. Kurt Cobain foi sempre uma espécie de herói para mim, por isso havia algumas do Nirvana”.

O ‘Dia de Ler.Todo Dia!’
A população de Itatiba poderá participar de um grande desafio nacional da leitura no próximo dia 1º de outubro. É o ‘Dia de Ler.Todo Dia!’, uma iniciativa organizada pela Prefeitura de Barueri/SP e que já movimenta muitas cidades do País.

O objetivo é que neste dia as pessoas compartilhem fotos nas redes sociais que incentivem qualquer tipo de leitura, seja um livro, jornal, revista, gibi, etc. O que vale é compartilhar e incentivar o exercício da leitura.

Os itatibenses podem participar da ação compartilhando suas fotos no Facebook utilizando as hashtags #diadelertododiaemItatiba e #diadelertododia. “É importante que os leitores usem as hashtags para podermos contabilizar a quantidade de pessoas que aderiram a este desafio em Itatiba. Para participar é fácil. Basta que internautas registrem fotos do que estão lendo e postem no Facebook”, complementou o Secretário de Cultura e Turismo. Se o leitor preferir também pode mandar um e-mail para cultura2@esportes.itatiba.sp.gov.br falando da sua atividade de leitura, assim como escolas e empresas.

A ação em Itatiba conta com o apoio do Jornal de Itatiba Diário; da Associação dos Escritores, Poetas, Pintores e Escritores de Itatiba (Aepti), da Academia Itatibense de Letras e do Motim Cultural.

Para saber mais sobre o desafio, acesse www.diadelertododia.com e curta a página www.facebook.com/diadelertododia. Nestes canais estão disponibilizadas informações sobre a mobilização, materiais de fomento à leitura (textos, vídeos e links) e ainda ideias e sugestões das cidades participantes.

Troca de livros
Nos dias 1 e 2 de outubro, a Biblioteca ‘Chico Leme’ realizará também uma troca de livros entre os frequentadores. Ainda em outubro, entre os dias 2 e 17, os frequentadores da Biblioteca poderão se inscrever para mais um sorteio de livros que será no dia 19 do mês.

Veja também

Melhor Estudante da Escola Pública é da EMEB Vera Lúcia

No dia 21 de novembro, Prefeitura de Itaitba e Rotary Club anunciaram o vencedor do …

Deixe uma resposta