Home / Destaques / Empresários contabilizam cerca de R$ 15 milhões em prejuízo

Empresários contabilizam cerca de R$ 15 milhões em prejuízo

A Associação Industrial e Comercial de Itatiba (Aicita) realizou um levantamento com 20 empresas que foram atingidas pelas enchentes dos primeiros meses do ano. O valor aproximado informado pelos empresários chega a R$ 15 milhões.

Esta conta inclui prejuízos com estoques, produtos acabados, matéria-prima, manutenção de máquinas e equipamentos, móveis, utensílios, equipamentos eletrônicos, conserto dos imóveis (parede, telhado, esquadrias, piso), instalações comerciais, produtos em exposição nas lojas, limpeza e até o lucro cessante, aquele que o empresário deixou de lucrar como consequência direta da interrupção forçada das atividades.

Por sua vez, a Aicita foi afetada ainda em cerca de R$ 10 mil, já que isentou a mensalidade, pelo período de seis meses, de 20 empresas associadas que também foram atingidas pelas enchentes. Por isso, a entidade pede, em nome de todos que representa, empenho e celeridade do Executivo Municipal na resolução e planejamentos necessários para que a cidade e os itatibenses não voltem a ser drasticamente afetados.

Histórico

A Aicita sempre esteve envolvida neste assunto, acolhendo as reivindicações de comerciantes afetados, inclusive sem fazer distinção neste momento entre associados e os demais empresários. Logo após as enchentes, iniciou uma série de reuniões e acompanhamento das ações da Prefeitura. A primeira deu-se em 16 de março, com empresários prejudicados. Cinco dias depois, foram ouvidas as reivindicações e solicitações dos empresários e apresentadas à noite, na primeira audiência pública sobre o tema na Câmara de Itatiba.

No dia seguinte, foram protocoladas tais solicitações e exigidos prazos para resoluções, tais como a elaboração de estudo técnico das causas; requerer junto ao governo do Estado e/ou órgãos competentes o desassoreamento do Rio Atibaia; providenciar aumento de pessoal qualificado para efetuar a limpeza do Ribeirão Jacaré; entre outros.

Em 31 de março, a Aicita recebeu o Bando do Povo Paulista para apresentar as linhas de crédito oferecidas às empresas que faturam até R$ 360 mil/ano. Nova reunião na Prefeitura foi promovida em 14 de abril, quando o secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Erik Carbonari, prontamente atendeu a Aicita, junto a outros secretários, apresentando respostas à maioria dos questionamentos.

No entanto, ainda estão pendentes outras reivindicações, como a isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e taxas para alvará de funcionamento do exercício de 2016 dos estabelecimentos comprovadamente afetados; a liberação de linha de crédito do Desenvolve SP; e mais critério na fiscalização e liberação de novos loteamentos, garantindo o desenvolvimento sustentável do município.

A Aicita também acompanhou a 3ª e 4ª Audiência Pública da Revisão do Plano Diretor, realizadas em 19 e 31 de junho, respectivamente, que abordaram a prevenção de enchentes e a crise hídrica no município.

Veja também

58ª Edição – Valentina Herszage

Valentina Herszage A nova promessa da Globo para o mundo!

Deixe uma resposta