Home / Comportamento / Gestão de pessoas por competências
Foto: Arquivo Pessoal

Gestão de pessoas por competências

Até o final da década de 80 imperava nas empresas brasileiras o Modelo de Gestão Taylorista, aquele que defendia uma idéia de dinâmica de trabalho segundo a qual somente os executivos deveriam pensar, cabendo aos seus liderados apenas a execução do que lhes era mandado.
O início dos anos 90 marcou a abertura do mercado internacional, algo que teve como principal consequência o ingresso do país no fenômeno da Globalização econômica, social, cultural, política e tecnológica. Com a globalização chegou ao universo empresarial brasileiro um novo modelo de gestão: o Toyotista.
O Toyotismo, não só no Brasil, mas em todo o mundo, além de introduzir nos processos produtivos a concepção de Qualidade Total, também marcou a passagem do modelo de trabalho por competências, implicando que as empresas que quisessem se manter no mercado de uma forma altamente competitiva aderissem à Gestão de Pessoas por Competências.
A Gestão de Pessoas por competências tem como fundamento gerir de forma integral as Competências Pessoais, isto é, gerenciar a mobilização e o desenvolvimento dos conhecimentos, habilidades e atitudes dos colaboradores – antes chamados de funcionários ou empregados.
Os conhecimentos, habilidades e atitudes formam o Modelo “CHA” de competências Pessoais.
O “C” do “CHA” é composto pelos conhecimentos do colaborador: tudo aquilo que ele adquiriu como conceitos e teorias ao longo de sua educação formal e informal.
O “H” do “CHA” é formado pelas habilidades do colaborador: São suas técnicas, seus conhecimentos postos em prática.
O “A” do “CHA” constitui-se das atitudes do colaborador: seus valores e comportamentos.
A Gestão de Pessoas por Competências, ao mobilizar e desenvolver o “CHA” de cada colaborador, faz deles um “valor agregado” à empresa, ou seja, um diferencial competitivo para fazer frente à acirrada concorrência.
Na atualidade, 80% a 90% das demissões – inclusive as de lideranças – são atribuídas às deficiências que colaboradores apresentam nas suas competências comportamentais.
Para se manter atualizada e em constante evolução, a Alta Contábil através da consultoria New Flight Gestão de Pessoas, realiza mensalmente programas de desenvolvimento de competências comportamentais direcionados para a formação de lideranças, bem como para integração interpessoal e interdepartamental.
Esses programas têm como objetivo principal possibilitar às pessoas o desenvolvimento de suas Inteligências Emocional e Social, e consequentemente, da habilidade para se adquirir foco em resultados.
As Inteligências Emocional e Social – que aplicadas ao mundo do trabalho recebem a denominação de Competência Emocional – têm como bases o autoconhecimento, o autocontrole, a automotivação, a empatia e as habilidades para relacionamento interpessoal, elementos psicológicos imprescindíveis à formação e melhoria de um ótimo ambiente para se trabalhar e da cultura corporativa voltada ao excelente atendimento a clientes internos e externos (stakeholders).

         Onde encontrar:         

Alta Contabilidade e Consultoria Tributária
Rua Crescêncio da Silveira Pupo, 75
Salas 41 e 42 – Villa Cassaro
Ed. Comercial Inside Corporate
Tel: (11) 4487-6460
www.altacontabil.com.br

New Flight Gestão de Pessoas
Diretor Washington Ribeiro dos Santos
Tel: (19) 3012-0505 / 99173-6822
e-mail: washington.santos@nfpessoas.com.br

Veja também

Coquetel de inauguração Studio Prime

Na noite de ontem (20) prestigiamos a inauguração do espaço Studio Prime. Com serviços de …

Deixe uma resposta