Home / Destaques / Imposto de renda

Imposto de renda

Imposto-de-Rends-1000x600 - Copia

Por Juliana Rangel

Evite ter dor de cabeça na hora de fazer a declaração, confira algumas dicas para facilitar na hora de declarar

No site da Receita Federal já está disponível a ferramenta para fazer um rascunho do seu Imposto de Renda, o que facilita muito, já que o usuário poderá ir armazenando as informações necessárias para a declaração. A partir do dia 1º de março, as informações já poderão ser transferidas para a declaração. Esse é um dos passos para ajudar a não ter dor de cabeça.

São 27 milhões de declarações esperadas por ano e muitos encontram dificuldades na hora de fazê-la. “Para começar, estão sujeitos ao ajuste na declaração do imposto de renda 2015, quem possuiu rendimento tributável cuja soma anual foi superior a R$ 21.453,24, recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00 ou possui patrimônio igual ou superior a 300 mil reais; caso tenha por exemplo recebido  aluguel que é uma forma de renda, efetuado alguma transação imobiliária ou de veículos é necessário que você declare tudo bem detalhado, para não cair na malha fina.”, ressalta  Alexandro Prestes de Mesquita, contador e responsável técnico da empresa Qualifast Office Contábil.

O prazo final de entrega é dia 30 de abril, então prepare-se desde já, faça o rascunho e evite deixar para a última hora e ainda pagar multa por isso – e o site da Receita fica bastante sobrecarregado nos últimos dias, então é aconselhável se organizar antes.

“Junte recibos, extratos e todos os documentos necessários. Hoje as despesas com saúde consideradas dedutíveis são todas informadas para a Receita Federal pelos profissionais prestadores de serviço através da Dimed, então é necessário declarar os recibos médicos com os gastos para conseguir as deduções legais. Importante lembrar também que caso possua dependentes que possuem renda, é necessário informá-las na declaração.”, salienta o contador.

E para os autônomos, existe o Carnê Leão, pouco utilizado, mas essencial para estar em dia com o governo. Este software é uma espécie de livro caixa fornecido no site da Receita, onde você consegue fazer registros de despesas e receitas tributáveis, assim podendo se beneficiar de alguns abatimentos na base de cálculo do imposto de renda mensal. É muito importante fazer este Carnê Leão, para quando necessitar de um benefício próprio, como financiar uma casa ou carro, ter como comprovar sua renda.

“A maioria dos contribuintes que caem na malha fina são aqueles que não procuram um profissional qualificado para fazer o imposto de renda, tendo que encontrar alguém depois para retificar a declaração e pagar o imposto de renda que faltou na declaração original, o que acaba ficando até três vezes mais caro.”, finaliza Alexandro.

Se organize, procure um profissional e evite cair na malha fina.

Veja também

Itatiba conquista curso de gratuito de Construção Civil

Mais capacitação para Itatiba: na manhã de terça-feira, 19, o Prefeito Douglas Augusto e a …

Deixe uma resposta