Home / Destaques / Tecnologia na medida certa

Tecnologia na medida certa

crianc3a7as-tecnolc3b3gicas1

Nos dias atuais a garotada está entrando em contato com os eletrônicos cada vez mais cedo. Entretanto, apesar da tecnologia estar presente na vida de todos e ter suas vantagens até auxiliando no desenvolvimento infantil, se faz necessário ter um equilíbrio em seu uso e seguir algumas recomendações.

A utilização precoce ou exagerada destes aparelhos pode causar graves consequências nos pequenos como: obesidade, transtornos de sono, sedentarismo, distúrbios emocionais, de aprendizagem e sociais, problemas de visão e audição, demência digital, dentre outras complicações. Também está aumentando o número de jovens viciados em tecnologia que são “gênios” virtuais, porém não desenvolvem habilidades sociais e valores fundamentais como empatia, solidariedade e tolerância.

Dessa forma, crianças de até 2 anos não devem ser expostas a estes dispositivos tecnológicos, as entre 3-5 anos o acesso recomendado a eles é de no máximo uma hora por dia e a partir dos 6 anos o limite passa a ser de duas horas.

Assim, se estiverem preferindo ficar na frente do computador, televisão ou celular ao invés de realizarem outras atividades que não envolvam os eletrônicos, além de apresentarem sintomas ansiosos, irritadiços ou agressivos quando os aparelhos são desligados, o sinal de alerta deve ser dado.

Diante disso, algumas dicas podem auxiliar os adultos nesta delicada tarefa:

  • Os pais devem se controlar e ter consciência de que são modelos para os seus filhos também no uso de celulares, vídeo games e tablets;
  • É necessário que as atividades virtuais sejam um evento de família com todos participando e interagindo e não algo individual;
  • É importante se atentar a faixa etária dos jogos e programas, bloquear conteúdos inadequados e sempre conversar sobre segurança na internet com os pequenos.
  • A família deve estabelecer e cumprir os combinados acordados sobre o assunto;
  • Sempre precisam ser estimuladas brincadeiras ao ar livre, jogos diversos, leituras e atividades esportivas e artísticas;
  • Evitar utilizar os aplicativos como “babás” substituindo o toque, os momentos compartilhados e a interação entre pais e filhos.

Enfim, a tecnologia faz parte da vida moderna e é importante e útil, mas é fundamental que pais e filhos ajam com bom senso e responsabilidade, utilizando-a de maneira saudável e benéfica. Um psicólogo pode ajudar a família nessa questão.

Stella Calvi Franco Penteado
Psicóloga – CRP: 06/115769
stellacfp@gmail.com
(11) 997669701

Veja também

Lançamento linha Make up Glam – Mahogany

A Mahogany Itatiba lançou na última sexta-feira (22) a linha Make up Glam. O evento …

Deixe uma resposta