Home / Cultura / ‘Trair e Coçar é só Começar’ será apresentado no Teatro Ralino Zambotto

‘Trair e Coçar é só Começar’ será apresentado no Teatro Ralino Zambotto

A maior comédia do teatro brasileiro, Trair e Coçar é só Começar, que está há 29 anos em cartaz com recorde de público, agora chega à Itatiba. A apresentação será nesta sexta-feira (5/6), no Teatro Ralino Zambotto, às 21h.

A peça

A inspiração assumida de Marcos Caruso ao escrever Trair e Coçar é só Começar foi o gênero vaudeville – a comédia ligeira baseada na intriga e no equívoco.

Toda a trama se fundamenta em supostas infidelidades. Ao ver a patroa Inês assediada pelo síndico do prédio onde mora, a atrapalhada empregada Olímpia supõe que ela esteja traindo o marido Eduardo, apesar de eles estarem preparando a festa de 16 anos de casados. Depois, ela ouve uma piada de Eduardo sobre “as namoradas” dele e conclui que o patrão também trai.

Na cabeça de Olímpia, Lígia, a melhor amiga de Inês, também está sob suspeita, assim como o marido dela, Cristiano. As conclusões apressadas da empregada começam a gerar uma série de “quiprocós” a ponto de, em dado momento, todos os personagens se envolverem numa confusão aparentemente sem saída.

Convicta do princípio de que informação vale ouro, a esperta Olímpia começa a subornar seus patrões e os amigos deles. E a sucessão interminável de mal-entendidos se completa com a chegada de um vendedor de joias e de um padre.

História

Marcos Caruso tinha 27 anos quando escreveu a peça em 1979. Depois de ficar seis anos na gaveta estreou em 1986 e, desde então, escreveu uma das mais impressionantes histórias do teatro brasileiro.

O sucesso garantiu a presença da peça no Guinness Book nas edições de 1994, 1995, 1996 e 1997 como a mais longa temporada ininterrupta em cartaz do teatro nacional. O espetáculo também ganhou o Prêmio Quality Cultural de 2005, e se apresentou no Teatro Colony, de Miami (EUA). Para homenagear esta trajetória sem precedentes, o jornalista João Nunes foi convidado para escrever o livro “25 Anos + Um – A História de Sucesso de Trair e Coçar é só Começar” (Editora Giostri). A obra reúne relatos do autor, dos diversos elencos, de diretores, de administradores e de produtores sobre inúmeras histórias que envolvem as quase três décadas da peça, desde as dificuldades encontradas por Caruso para conseguir montá-la e estreá-la no Rio de Janeiro até episódios curiosos dos bastidores. O livro foi apresentado na 22ª Bienal de SP em 19 de agosto de 2012.

Marilú Bueno foi a primeira atriz a interpretar Olímpia. Depois, entre outras, vieram Suely Franco, Denise Fraga, Vic Militello, e Iara Jamra, num total de 13 atrizes – sem contar Adriana Esteves que a interpretou no cinema, no filme dirigido por Moacyr Góes.

Quem é a BR Produtora

A realização de Trair e coçar é só começar é da BR Produtora, que está no mercado desde 1984.

Ficha Técnica

Autor: Marcos Caruso
Direção original e concepção:
Attílio Riccó
Direção:
José Scavazini
Produtores:
Radamés Bruno e Viviane Procópio

Elenco: Anastácia Custódio, Carlos Mariano, César Pezzuoli, Lara Córdula, Carla Pagani, Mario Pretini, Ricardo Ciciliano, Siomara Schröder e Ivan de Almeida.

Trilha Sonora: Miguel Briamonte
Camareira:
Maria José
Técnico Responsável
: Hiran Ravache
Técnico:
Diego Cortez
Administradora:
Jandy Vieira
Consultor de Estilo/Figurinista :
Reinaldo Villar
Equipe de Produção:
Anastácia Custódio, Carla Pagani, Jandy Vieira
Obras de Arte:
Estúdio Pedro Sabiá
Fotos:
Célia Santos e Fábio Cerati
Criação logomarca:
Thiago Carlotti – Zanzi
Artes:
Léo Dória
Leis de Incentivo:
Sonia Odila
Assessoria Contábil:
Datecon
Assessória Jurídica:
Dr. Fábio Capone
Produtora Executiva:
Viviane Procópio
Direção de Produção
: Radamés Bruno
Realização:
BR Produtora

Serviço:

Trair e Coçar é só Começar
Apresentação: 5 de junho, às 21 h
Local: Teatro Ralino Zambotto
Ingressos: R$30,00 meia entrada | R$40,00 Inteira antecipado | R$60,00 no dia
Pontos de venda: Loja Marajá , Droga Rio e Habib’s

Veja também

58ª Edição – Valentina Herszage

Valentina Herszage A nova promessa da Globo para o mundo!

Deixe uma resposta