Home / Arte / Um artista muito além do tempo
Foto: Daryan Dornelles

Um artista muito além do tempo

Guilherme Arantes e toda a mágica em fazer música para crianças

Guilherme Arantes é como o próprio título diz um artista que está para além de seu próprio tempo. E até mesmo de suas próprias criações. Em turnê pelo Brasil com o show que comemora seus 40 anos de carreira, Guilherme é considerado pela crítica e público como um dos maiores compositores da história da música brasileira.

Quem acompanha sua trajetória, sabe que este título não poderia ser outro, já que se trata de um artista com um dos maiores números de músicas em temas de novelas. Aos 6 anos de idade, Guilherme já sentia uma atração plena pelo piano e, assim tão cedo, começou a testar e comandar o instrumento.

Dono de sucessos como “Planeta Água”, “Meu Mundo e Nada Mais”, “Um Dia, Um Adeus”, “Brincar de Viver” e muitos outros, Arantes também é o compositor de importantes sucessos infantis, como “Plunct Plact Zum”, “Pirlimpimpim”, “Pirlimpimpim 2” e mais.

Questionado sobre a importância da música infantil para as crianças, Guilherme diz: “Com a ascensão do último governo, nós tivemos a proibição do mercado musical infanto-juvenil, por motivos ideológicos e programáticos do granchismo educacional. Algo que me foi explicado pela diretoria da Rede Globo, no Rio de Janeiro. E assim houve a proibição em vender produtos para crianças. Isso nos leva a consequências desastrosas, uma vez que as crianças não têm mais ‘produtos’ feitos para elas. E isso reflete diretamente no mercado cultural infantil. Digo isso, pois há a necessidade de uma movimentação para o retorno deste mercado. Eu me julgo privilegiado, pois peguei um momento que comemorou os 100 anos de Monteiro Lobato e, na continuação deste projeto, pude trabalhar com Paulo Leminski, num exercício poético e ambicioso. Além disso, ainda há o belíssimo Palavra Cantada, que é importantíssimo, assim como é o trabalho para as crianças”.

Para 2017, Guilherme Arantes planeja um trabalho mais POP, voltado ao grande público, como era na época crescente da MPB. E ressalta ainda a “Caixa”, que é uma coletânea com todos os discos, sucessos, fotos e a biografia completa de sua trajetória musical. Um belo presente para os fãs que, desde pequenos (e isso de aplica à nova geração), cresceu e ainda vive as canções gravadas e regravadas do artista.

Arantes é um artista vivo. Em sua música e pensamento. Em sua filosofia e imaginação. Reflexo de um jovem que viu através do pai o prazer e a apreciação pelo som, pela vibração e pela canção. Guilherme é um artista para levar na memória e no canto. No encanto.

Veja também

Lançamento linha Make up Glam – Mahogany

A Mahogany Itatiba lançou na última sexta-feira (22) a linha Make up Glam. O evento …

Deixe uma resposta