Home / Comportamento / Você sabia que a imagem pessoal interfere na vida profissional?

Você sabia que a imagem pessoal interfere na vida profissional?

Para ter sucesso não basta ter uma boa formação ou posição, é necessário também ter uma apresentação adequada

Quando se fala em sucesso, para muitos a ideia que vem é de astros de cinema, televisão ou música. Porém, ter sucesso vai além, e acontece em diferentes ramos de atividade profissional e até mesmo na área pessoal e material. Está muito relacionado com bem-estar, felicidade e o ser bem-sucedido em algo ou alguma coisa. Seu significado pode variar, conforme cada meta ou alvo a ser alcançado. Para alguns pode ser algo simples, como ter uma vida financeiramente resolvida, para outros exige alguns graus a mais de conquistas, como uma posição profissional ou empresarial destacada e ter além do que necessitam. Independente do tamanho do sucesso, o fato é que todos de alguma forma desejam ser bem- sucedidos.

Para ter sucesso nas áreas profissionais, negócios e até nos relacionamentos interpessoais, não basta ter boas estratégia, é necessário também investir em uma boa aparência. A máxima muito repetida em frases como “imagem é tudo” ou “a primeira impressão é a que fica”, possuem sim um fundo de verdade! É claro que um bom aspecto não exclui histórico e conteúdo, porém não há como negar que uma imagem reafirma uma posição ou teor. Se não fosse assim, a indústria em geral não se preocuparia tanto com as embalagens dos produtos oferecidos aos consumidores.
O homem é muito visual e já está cientificamente comprovado que basta cerca de trinta segundos para uma pessoa formar a primeira impressão sobre algo ou alguém. É impressionante, mas em um espaço de tempo mais curto que uma piscadela, o cérebro humano constrói imagens difíceis de serem desmontadas posteriormente. Recentemente pesquisas apresentadas no congresso anual da Sociedade de Psicologia Social e Personalidade dos Estados Unidos, indicaram que o poder das ideias moldadas no momento em que se bate o olho sobre uma pessoa é tão forte que nem mesmo os fatos são capazes de desmenti-las facilmente.

Por isso, para ser bem-sucedido, não é “bobagem” cuidar da aparência, buscar um estilo, escolher roupas adequadas, que combinem com você e também com ocasiões diversas, e também tomar cuidado para não chamar mais atenção do que devia ou ser notado pelo excesso. Em reuniões e ambientes de trabalho ou negócio, o ideal são vestimentas adequadas ao tipo da ocasião ou empresa, nada muito grande ou muito pequeno. Para as mulheres a sugestão é para que não use transparências exageradas, roupas muito justa ou decotada demais, maquiagens ou acessórios exageradas, entre outras extravagâncias. Para os homens, nada de sapatos sem meia, calças curtas ou justas demais, roupas mal passadas, sujas ou gastas pelo uso. Também é necessário cuidado com as cores e estampas, o excesso pode ficar pesado para determinados ambientes corporativos.

E, como para muitos, cuidar da aparência nem sempre é uma tarefa fácil, o ideal é procurar ajuda, como uma consultoria de imagem ou se inteirar em palestras sobre o assunto. Muitas empresas que reconhecem os talentos dos seus profissionais estão apostando neste tipo de treinamento e workshops, que instrua qual deva ser o comportamento assertivo de seus colaborados quanto à aparência, pois a imagem deles representa a imagem da companhia.

Sempre lembrando que a aparência deve reafirmar o conteúdo, pois somente um exterior bem cuidado, sem teor, também não levará a lugar algum! Não basta ser, é necessário parecer.

Artigo de: Nara Lyon, Consultora de Imagem e Carreira pela FIDM (Fashion Institute of Design & Merchandising de New York) e membro pela AICI (Association of Image Consultants International).

Veja também

Covabra reinaugura unidade de Itatiba

Via: Alfapress Comunicações Com espaço 100% maior e novo mix de produtos e serviços, a …

Deixe uma resposta