Encontre empresas, produtos e entretenimento


Notícias
Está em busca de exercícios e do contato com a natureza? Conheça o grupo Nova Galera do Pedal
19/01/2021   Esporte
 Postado por:   Renato Antonio

Podemos dizer que andar de bike está em alta, não é mesmo? É só prestar atenção pelas ruas que vemos diversos grupos praticando esse tipo de exercício físico. O aumento foi ainda mais significativo durante a pandemia, como uma forma de entrar em contato com a natureza, praticar exercícios e manter a saúde física e mental em dia.

Em Itatiba não foi diferente, o grupo Nova Galera do Pedal surgiu da ideia de reunir os amigos aos finais de semana para pedalar. “Eu como treinador pessoal, vejo como uma atividade que contempla alguns pilares da vida: saúde, pois é uma atividade física; social, pois é um momento de descontração com amigos e acaba se tornando um hobby; emocional, pois também acaba sendo um momento de introspecção e conexão consigo mesmo e pilar espiritual que contempla a conexão com Deus através da natureza.”, afirma Plínio Vilas Boas, integrante do grupo, dentista, coach e especialista em comportamento humano.

O Parque da Juventude e o Itatiba Mall tornaram-se pontos de encontro aos finais de semana e para quem acha que para andar junto com a turma precisa ser experiente, se engana. “Somos todos novatos (risos). A maioria é iniciante e nos passeios não fazemos competição. É um passeio descontraído, cada um no seu tempo e na sua condição física. Todos respeitam e acompanham. Isso é bem legal, pois é acolhedor.”, diz Walnes Oliveira da Silva, outro integrante do grupo e barbeiro na cidade de Itatiba.

Segundo Plínio, no começo um amigo foi chamando o outro, o grupo começou a crescer cada vez mais e hoje são mais de 55 pessoas pertencentes ao Nova Galera do Penal. O integrante do grupo também afirma que dentre os benefícios de andar de bike estão o bem-estar, o entretenimento, as novas amizades e o contato com a natureza. 

“Quando você é pego pelo “vírus bike” ele não sai mais de você e quando não é possível pedalar por uns dias, já sente uma tremenda falta. Para quem quer começar a andar de bike, minha mensagem é simples: essa foi a melhor coisa que me aconteceu nestes últimos anos. Novas amizades, companheirismo, paisagens maravilhosas e o benefício do exercício físico. Fica a dica de uma excelente atividade que contribui muito, não só para o momento que estamos vivendo, mas para a vida toda.”, finaliza Plínio. 

Para saber mais:

Grupo WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/BRD9BgYrwcE7cfBMLXEhtt

 

Un giorno a Milano. Um dia em Milão.
18/01/2021   Turismo
 Postado por:   Alessandra Nardim

Milão, foi a cidade onde eu cheguei, estudei, morei e trabalhei, e posso dizer que a-conheço muito bem. Adoro essa cidade.
Mas quando eu avistei Milão da janela do avião, achei horrível! Isso mesmo. 
Era o ano de 1994 e o aeroporto, como muitos, é fora da cidade, então avistei somente edifícios dos anos 70, que infelizmente naquela época em Milão, a construção não era direcionada à beleza e estética, mas somente quadrados para dar uma habitação as pessoas.

A cidade de Milão mudou muito nesses anos e hoje é a cidade mais cosmopolita da Itália.
Milão é uma cidade com bairros e belezas escondidas. Para conhecer a verdadeira beleza de Milão são necessários alguns anos, ou seja não é como Roma, que cada angulo você vê uma história, um filme... 

Eu começaria o meu dia, na Galleria Vittorio Emanuelle II, tomando uma café em um dos cafés no interno da galleria.
No Caffe Marchesi (de propriedade dos estilistas Dolce e Gabbana) entre chocolatinhos, doces que parecem joias, essa confeitaria faz parte da história de Milão. Desde 1824 deliciando os paladares dos milaneses.
Mas o meu café preferido é no Camparino. E' famoso pela sua história e pelo seu drink desde 1915. Os garçons vestidos de paletó branco e gravatas borboletas pretas... um estilo inconfundível para essa incrível cidade, onde a moda conta muito mais do que você possa imaginar.

Depois do café, um giro na Galleria. E como em todas as cidades, aqui também existe uma tradição. Ao passar na Galleria é obrigatório
rodar três vezes em si mesmo com o calcanhar do pé direito plantado em correspondência dos genitais do touro retratado em mosaico no chão do octógono da galeria. O gesto foi originalmente concebido como um desprezo para a cidade de Torino, em cujo brasão de armas o touro é retratado, e depois espalhado simplesmente como um rito supersticioso para trazer sorte... nunca se sabe:-).

Prosseguindo a Galleria, no fim dela encontraria a estátua de Leonardo da Vinci na frente do Teatro Scala. Leonardo da Vinci viveu 20 anos em Milão e uma das suas obras mais famosas, A última ceia, encontra-se no refeitório da Igreja Santa Maria delle Grazie.
Deveria ser obrigatória essa visita, para todos que chegam em Milão. Mas isso eu deixo a você decidir. Para visitar essa beleza, a fila de agendamento é de 1 a 2 meses. Como eu sempre digo, viajar é planejar.

Voltando ao nosso passeio, é hora de visitar o Duomo di Milano, ou seja a catedral da cidade. A sua construção durou mais de 500 anos. Existem 3.400 estátuas dentro e fora da catedral. E aqui também existe uma superstição... Na porta de entrada principal da catedral, onde a figura de Jesus é flagelado, mãos e mãos passam por ali por um rito supersticioso...para trazer sorte, mas parece que ninguém sabe ao certo por que realizam aquele ritual...coisas que acontecem...

Para a construção dessa magnifica catedral foram convidados Arquitetos de toda a Europa (+- 78 arquitetos ao todo) envolvendo milhares de escultores e trabalhadores qualificados. A sua beleza começa embaixo para concluir-se no teto, uma vista fantástica de toda a cidade.

Depois dessa vista, eu conselho pegar um trem, ou seja, um bondinho e ir para a área mais moderna da cidade. Locomover-se com o bondinho te dá a possibilidade de ver um pouco mais da cidade e sentir a atmosfera dessa cidade incrível.


Chegamos na Piazza Gae Aulenti (2012) dedicada ao famoso arquiteto italiano, a Piazza Gae Aulenti é o epicentro da área mais moderna de Milão. Essa área verde foi construída dando um novo ponto de encontro para as pessoas. Aqui se encontram lojas de famosos estilistas, livrarias, bares e restaurantes. A praça é cercada por vários edifícios verdadeiramente incríveis. O mais impressionante é o complexo da Torre Unicredit, com o arranha-céu mais alto da Itália (231 metros de altura). Um dos edifícios que mais chama a atenção dos visitantes é o Il Bosco Verticale, um complexo arquitetônico composto por duas torres cobertas por 2.000 espécies de plantas.

Deixando a praça Gae Aulenti para traz, se pode acessar a rua "Corso Como". Um daqueles endereços, que não se pode deixar de visitar. Bares, restaurantes e lojas completam o panorama dessa rua super. charmosa.
E porque não terminar o dia com um aperitivo em um dos endereço mais quentes da cidade? A cobertura (rooftop) do 10 Corso Como, um verdadeiro espaço de maravilhas para os amantes da moda, design e cultura contemporânea. Projetado pelo artista americano Kris Ruhs e inaugurado em 1990 por Carla Sozzani em um edifício histórico do que costumava ser um bairro dilapidado, longe das glórias e da vida noturna de hoje, o 10 Corso Como é um espaço multifacetado que culmina em seu topo com um telhado jardim capaz de concentrar em si as mais variadas formas de beleza. E a beleza a gente sabe, faz bem!

Baci e abbracci.
Alessandra

 

“Alessandra, vive na Regiao do Piemonte, na Itália há mais de 20 anos.
Adquiriu experiência viajando o mundo à trabalho e continua a viajar descobrindo a autenticidade dos pequenos vilarejos, o verdadeiro tesouro da Itália.
Hoje ela realiza roteiros personalizados pelas suas Verdes Colinas do Piemonte, onde vive.
Sempre pronta à partir, nos guiará pela Itália com paixão através os seus olhos e a sua experiência adquirida nesses anos vivendo na Itália."

Aprenda a manter a postura adequada e eliminar as dores corporais
18/01/2021   Esporte
 Postado por:   Renato Antonio

A pandemia fez uma boa parte dos trabalhadores a mudarem o ambiente de trabalho para o home office. Com isso, as rotinas também mudaram. Se você estava acostumado com o ambiente confortável do escritório, rapidamente teve que adaptar um lugar para trabalhar em casa. Não é todo mundo tem mesa, cadeira e iluminação adequadas e a primeira a sofrer com isso é a coluna.

Levanta a mão quem ainda não reclamou nesta quarentena! Trabalhando com exercício físico e saúde há 13 anos, percebi um grande aumento do número de pessoas que passaram a desencadear ou mesmo agravar as dores na coluna pela má postura adotada nessa fase. 

Os problemas posturais podem ocasionar dores e contraturas musculares ou até mesmo doenças futuras como hiperlordose, escoliose, hipercifose e retificação da cervical e/ou da coluna. Além de desvios de coluna, pode ocorrer também a sobrecarga dos discos, aumentando as chances de surgimento de hérnias de disco, principalmente nas regiões lombar e cervical. Por isso, trago para você neste artigo algumas dicas que irão melhorar sua postura de trabalho e sua qualidade de vida. 

Primeiro, você sabe como montar uma estrutura adequada para o home office? O ideal é sempre utilizar uma cadeira e nunca o sofá, banco ou cama. Existe um padrão a se seguir para ter uma boa estação de trabalho. Estas são: 

1) A postura ideal é colocar as pernas paralelas à cadeira;

2) Flexionar os joelhos em um ângulo de 90 graus e apoiar bem ambos os pés no chão; 

3) Os braços devem ficar ao lado do corpo, com ombros e pescoços relaxados (os antebraços devem fazer um ângulo de 90 graus); 

4) A tela do computador e/ou notebook deve ficar na altura dos olhos, possibilitando uma boa visão sem a necessidade de projetar o pescoço para frente. A distância da tela deve ser de aproximadamente um braço do seu corpo, já sentado; 

5) Evite inclinar o pescoço e/ou aproximá-lo ao peito, pois essas posições podem gerar tensões nos ombros e nas costas; 

6) Ajuste o encosto da cadeira na região lombar com o objetivo de manter o tronco.

Além das dicas anteriores, é recomendado que, pelo menos a cada 40 minutos sentado, levante-se para movimentar um pouco o corpo e alongar.

Muitas pessoas acham que o home office acaba trazendo ainda mais trabalho e, com isso, a tensão. O acúmulo de função e também a própria pressão de se manter presente e eficaz no trabalho geram tensão muscular. Para aliviar as dores você pode fazer um bom alongamento durante o dia, intercalando com seu trabalho e também a noite antes de dormir (no meu canal do YouTube tem vários vídeos ensinando a fazer os alongamentos).

Uma ótima maneira de preservar a coluna é ter uma boa estrutura muscular, pois quanto mais forte os músculos das costas, menos sobrecarregamos a região.

Para quadros como a dor lombar, a prevenção, por meio de exercícios e poupando a região de atividades repetitivas, é uma excelente opção.  O alongamento e a ginástica laboral (alongamentos e movimentos no intervalo do trabalho) ajudam, mas não substituem os exercícios físicos regulares que fortalecem a musculatura da coluna e melhoram a postura. As pausas durante o trabalho são necessárias. 

Este é o momento para cuidar de você e trazer mais movimento para sua rotina. Mais movimento, menos dores. 

Para saber mais:

Bárbara Campana Moutinho, Personal Trainer

Levando Saúde através do Movimento

(011) 9.9294-2338

@saudecompersonal

 

Saúde com Personal

 

Conheça o ateliê de doces Santo Cacau
15/01/2021   Gastronomia
 Postado por:   Renato Antonio

Se você está em busca de doces finos, personalizados e bolos para casamentos, aniversários e outras festividades, este conteúdo é para você. Andrea Villela, formada em turismo e apaixonada pela confeitaria, criou o Ateliê Santo Cacau em 2013 e há mais de sete anos transforma o desejo e o sonho de cada cliente em doces e bolos personalizados para materializar momentos de alegria. 

Sua inspiração veio de casa, com sua mãe, que sempre fez os doces da família. “Tive como inspiração minha mãe que sempre foi a boleira da família. Ela também fazia ovos de páscoa. Ajudei ela a fazer alguns ovos, peguei o gostinho e logo após uma Páscoa comecei a buscar cursos mais específicos de chocolate e doces. Mas a parte criativa e de detalhes sempre me encantaram.”, afirma Andrea.

A partir da oportunidade de trabalhar em casa, próximo aos seus filhos, Andrea encontrou o hobbie da confeitaria, que logo se transformou em profissão. “As coisas foram acontecendo numa tentativa de me ocupar e ainda estar perto dos meus filhos. No começo era mais um hobby, mas logo as encomendas foram aumentando e aí percebi que seria minha profissão.”, diz.

Segundo Andrea, os fornecedores são escolhidos minuciosamente, para que os doces sejam produzidos com a melhor matéria prima, sempre oferecendo o melhor aos seus clientes. 

Dentre seu cardápio estão doces tradicionais, doces finos, tortinhas, bombons recheados, bala de côco, doces no palito, palha italiana, pão de mel, cupcake, pirulitos de chocolate, tortas, bolos de diversos sabores e outros. Todos são desenvolvidos especialmente para cada festa, de acordo com a preferência de cada cliente.

Entre em contato e solicite o cardápio! 

Para saber mais:

 www.santocacau.com.br

 (11) 4524-5662

 @santocacau

Lenços e echarpes: mais estilo para o seu visual
14/01/2021   Moda
 Postado por:   Renato Antonio

Elaine Seixas se mudou para Itatiba 30 anos atrás com seu marido e filha, que na época era uma bebê. Foi bancária, professora e empresária. Hoje trabalha como artesã e gosta de aprender novas técnicas de artesanatos, sempre se atualizando. Os lenços, echarpes e acessórios que produz são únicos e exclusivos e todos os processos que envolvem a confecção são totalmente artesanais.

A começar pela compra das sedas puras com fornecedores especializados, o teste milenar de queima que comprova a pureza da seda, a escolha de qual seda usar de acordo com a peça a ser feita, a técnica (são mais de duzentas), a combinação das cores de acordo com o círculo cromático. Depois de pintadas, as peças são vaporizadas a seco, lavadas e fixadas com o ferro de passar. Todo o processo é feito por Elaine, inclusive o acabamento final. Depois de todas essas etapas, as peças estão prontas para serem apresentadas e comercializadas.

Elaine sempre fez trabalhos manuais, estudou várias técnicas de pintura mas a pintura em seda foi amor à primeira vista. “A maciez e leveza da seda com a translucidez das tintas especiais dão um show `a parte e me encantam como artesã. A seda é muito conhecida por seu brilho e toque únicos. Seus filamentos são dos mais finos que conhecemos na natureza e, além disso, é uma fibra bastante resistente, capaz de se adaptar ao clima, respirando com você, absorvendo umidade e suor em dias quentes, da mesma maneira que protege do tempo frio e ventos. Isso acontece por ser um material orgânico”, diz a artesã.

Segundo Elaine, quando se conhece a história da seda entende-se o porquê do encanto e a certeza de que se trata de algo realmente muito especial. Uma das qualidades mais importantes da seda é sua imagem de nobreza, algo que ela traz desde a época de sua descoberta. Tal característica fez com que a seda fosse um material extremamente desejado durante centenas de anos. Por muito tempo, o Oriente manteve em segredo sua produção e na Idade Média, nobres chegaram a trocar um quilo de ouro por um quilo de seda.

“A seda é como as mulheres, mesmo delicada, sua fibras são resistentes, protegem e se adaptam a todas as situações. Um lenço ou um echarpe em seda pura transforma qualquer roupa em um look muito especial, é impossível não ser notada e admirada”, finaliza Elaine.

A criatividade não tem limites! Use e abuse das peças em seda. Elas podem ser usadas nos cabelos, bolsas, como cintos, colar e muito mais. 

PARA SABER MAIS:

Elaine seixas

Artesã e empresária

@ elaineseixas.sedapura

 elaineseixas.sedapura

Saúde é o que interessa, ok?
13/01/2021   Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   Renato Antonio

Falar sobre saúde mental é sempre bem desafiador, pois eu não consigo ver saúde mental separadamente de um quadro de saúde geral. Para mim, o ser humano é uma espécie altamente complexa justamente por não sermos capazes de lidar com as partes, seria fácil lidar somente com as doenças cardíacas se elas não afetassem meus pensamentos, seria consideravelmente fácil tratar a fratura de um membro se ele não estivesse ligado aos pensamentos e ideias que tenho de mim e assim seguiria uma lista imensa de exemplos. Porém, não é assim. O ser humano é complexo! O ser humano é um emaranhado de conexões! O ser humano é maravilhosamente um ser integral! Bom, essa é somente minha opinião, ok?

Então, considerando essa complexidade e todas as conexões entre nossa saúde mental e física. Quero convidá-los a pensar um pouquinho mais sobre o que é ser saudável.   Dizem por aí que psicólogos adoram ficar fazendo perguntas, hoje não vou fugir a essa regra! Espero com minhas perguntas provocar em você um turbilhão de dúvidas, pois assim aprendemos mais.  Segundo Aristóteles “A dúvida é o princípio do aprendizado”. Pois bem, o que você anda pensando sobre sua saúde? Quais são seus planos para ter mais saúde ou manter-se saudável?  Você está satisfeito com seu estilo de vida? Você acredita que está comendo bem? E bebendo pouco ou muito? É capaz de fazer alguma atividade física?  Ah já sei! Anda querendo eliminar ou obter alguns quilinhos? Mudou a cor dos cabelos? Está pensando em se tornar vegetariano? E seus pensamentos como andam? Está animado com as possibilidades que a vida tem lhe apresentado? E esse coração bobinho está amando ou fechado para balanço? Sua autoestima vai bem? Como será sua nova rotina? Será que vou aceitar esse “novo normal”? Minha saúde física e emocional foi modificada para sempre? Ufa! Vou dar-te um minutinho para pensar! 

São muitas perguntas, não é mesmo? Mas tenha certeza que não são nem uma pequena parte das perguntas poderosas que deveríamos nos fazer sempre. Mas, fazer perguntas não é realmente uma atitude que assuste ou limite o ser humano, ah não é mesmo! Vivemos fazendo perguntas, vivemos querendo saber, tudo sobre todos! Não é mesmo?  O mais interessante é que vivemos bombardeando os outros com muitas perguntas, mas raramente paramos para fazer esse autoquestionamento. 

Não se sabe bem como, nem exatamente o porquê (será mesmo que não sabemos?)  nossa tendência é olhar mais a vida do outro do que a nossa. Vamos para as redes sociais com a única e exclusiva intenção de perguntar. O que as outras pessoas estão fazendo?  O que elas estão usando?  O que estão comendo? Como estão seus corpos? (Sempre lindos, é claro!). Como estão criando seus filhos? Como estão enfrentando a pandemia da Covid-19? Quais as melhores dicas para manter a lucidez? São infinitas as possibilidades de questionamento. Tudo nós queremos copiar, queremos fazer tudo igual. Ah que pena! Estamos todos ficando iguais?

 Será mesmo possível sermos iguais? Para essa pergunta, tenho certeza que você já sabe a resposta. É claro que não! E diante dessa negativa, o que fazemos? Ou buscamos nosso autoconhecimento, nossa auto aceitação, nossa conexão com nosso projeto de vida ou entramos pelos caminhos das frustrações onde tudo o que é do outro nos parece melhor e mais belo. 

Lembre-se: o autoconhecimento é a condição irrenunciável para uma existência feliz e realizadora. Cuidar da saúde física e mental é realmente a única coisa que deveria ter valor em nossas vidas!   

Um abraço, até a próxima.

Isabel C. Bona Branco

PARA SABER MAIS: 

Isabel C. Bona Branco

Psicóloga Clínica Cognitivo

Comportamental - CRP 06/58509-1

Rua  Pedro Elias de Godoy, 123

Jd. Cel. Peroba - Itatiba/SP

 (11) 9 6184-4653

Saúde do trabalhador: especialistas falam sobre principais problemas e como evitar o adoecimento
12/01/2021   Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   Raiane Wentz
Confira ainda quatro dicas de como manter a felicidade no ambiente de trabalho

Você sabia que das dez principais causas de incapacitação para o trabalho, cinco são doenças psiquiátricas? Nessa lista estão a depressão, a esquizofrenia, o transtorno bipolar, o alcoolismo e o transtorno obsessivo-compulsivo, o TOC. Renata Nayara Figueiredo, médica psiquiatra e presidente da Associação Psiquiátrica de Brasília, APBr, comenta que a saúde do trabalhador precisa ser vista por diferentes ângulos e que o adoecimento pode estar relacionado a diversos fatores.

"O trabalhador pode adoecer por vários motivos, como a falta de reconhecimento do seu esforço, cobranças por desempenho, premiação, competição, ritmo de trabalho penoso, monótono ou em turnos, baixa autonomia, demissões inesperadas em períodos de crise, entre outros", exemplica. "Todos esses fatores podem afetar as representações do sujeito sobre si mesmo, e, com isso, gerar repercussão em sua vida pessoal provocando mudanças de comportamento e de humor", pontua.

Para ela, o preconceito e a falta de informação dificultam o diagnóstico, uma vez que as pessoas evitam procurar tratamento porque temem o estigma de doente mental. "Outra questão é a culpabilidade do trabalhador. Antes, embora reconhecendo situações nocivas, a culpa do adoecimento era das características do funcionário e hoje sabemos que a organização do serviço também influencia no surgimento de doenças", destaca.

Segundo uma pesquisa realizada na clínica Med-Rio Check-up, no Rio de Janeiro, o estresse crônico representa o principal fator de risco para a saúde dos executivos: três em cada cinco homens e uma em cada três mulheres sofrem do mal. Após realizados mais de 30 mil check-ups em executivos de ambos os sexos, observou-se que 50% usam álcool regularmente (como relaxante pelo excesso de adrenalina produzida), 26% têm insônia, 25% apresentam alterações das gorduras sangüíneas, 19% têm hipertensão arterial, 16% sofrem de gastrite, entre outros males.

Renata continua: "a saúde do trabalhador é ameaçada porque o equilíbrio psíquico é danificado pelo meio em que vive ou trabalha, e não pela própria estrutura emocional da pessoa. São ambientes que apresentam ‘insalubridade psíquica’". De acordo com a especialista, essas pressões emocionais constantes não permitem que o profissional trabalhe em toda a sua potencialidade.

Além disso, estudos revelam que o estresse excessivo no ambiente de trabalho interfere no raciocínio lógico, na memória e na habilidade de decisão, de modo que se torna de grande importância a adoção de medidas de prevenção a fim de que a busca pelos resultados positivos no trabalho seja superada pelas condições malignas em que é exigido o esforço da produção.

Há como evitar o sofrimento mental no trabalho?

Conforme a psiquiatra, sim! Promovendo uma comunicação aberta entre os diversos funcionários da instituição, demonstrando apreço e reconhecimento em cada trabalho realizado, e ainda, investindo em relações de imparcialidade, confiança e respeito mútuo nas organizações. "Essas ações podem construir contextos que priorizam a saúde em detrimento do sofrimento mental", pondera.

Promoção da saúde mental no trabalho
Comprovadamente, a felicidade tem impacto relevante na produtividade de funcionários e gestores de pequenas, médias e grandes organizações. Segundo estudos realizados por Greenberg & Arawaka, a felicidade tem até 31% de incremento em produtividade. Além disso, de acordo com a Forbes, impacta na redução em Ausências por Doença em até 66%.

Segundo Renata, a qualidade de vida no trabalho refere-se não só às condições adequadas e boas relações socioprofissionais, mas compreende também o reconhecimento do trabalho realizado e possibilidades de crescimento profissional. Para tanto, é fundamental o equilíbrio dos aspectos das necessidades humanas: biológicas, psicológicas, sociais e organizacionais.

"No tangente à saúde mental, a presença de políticas fortes de Promoção da Saúde e Qualidade de vida são fatores protetivos de adoecimento e afastamentos, como, por exemplo, diminuição da incidência de Síndrome de Burnout, problema de saúde pública que aumenta a morbimortalidade por infarto, diabetes, depressão, acidente de trabalho e suicídio, além de estar diretamente relacionada ao absenteísmo", acrescenta.

Carla Furtado, mestre em Psicologia e fundadora do Instituto Feliciência, afirma que se preocupar com a felicidade do trabalhador é uma urgência. "A terceira década do século 21 será marcada por desafios ainda maiores para a sustentabilidade das organizações. Neste cenário, destacar-se-ão as empresas que compreenderem que a Felicidade de quem trabalha não se traduz em custo, mas em investimento, e que não se trata de uma responsabilidade de RH, mas da alta gestão", garante.

Para ter um ambiente de trabalho mais feliz, sustentável e trabalhadores mais saudáveis mentalmente, Carla lista quatro dicas para mudar a relação do trabalhador com a equipe, gestores e ambiente em que trabalha:

Identifique Propósito

Se você está em busca de propósito no trabalho que já possui, verifique de que forma pode expressar melhor suas forças e talentos e, também, reconheça como sua atividade contribui para a sociedade. Se você pretende encontrar outro trabalho em 2021, além de considerar os quesitos anteriores, procure oportunidades em empresas cujos valores estejam alinhados aos seus valores. E se você não está feliz, mas não pode considerar trocar de trabalho neste momento, identifique como sua atividade atual colabora para que você possa cruzar a ponte em direção ao futuro desejável.

Engaje-se

Para estimular uma mudança de comportamento, vale lembrar do estudo que evidenciou que uma mente dispersa é uma mente infeliz (Killingsworth e Gilbert, 2010). Dessa forma, é essencial reduzir as interrupções ao longo do turno de trabalho, em especial as checagens no celular e nas redes sociais, que podem passar de uma centena em um único dia.
Esteja atendo às condições ambientais que propiciam engajamento, como temperatura e aspectos sonoros. Algumas pessoas preferem trabalhar no silêncio, enquanto outras produzem melhor com música. Para muitas, esconder os relógios, inclusive aquele apresentado no monitor, colabora para a absorção. E, para todas, é benéfico celebrar as entregas.

Aumente Sua Reserva de Resiliência

Resiliência é uma habilidade e por isso pode e deve ser aprendida e desenvolvida. São muitos os estudos que atestam que a prática regular de atenção plena colabora para o aumento da reserva de resiliência. O neurocientista Richard Davidson destaca o papel da educação da atenção para o aumento da resiliência ao estresse: há uma correlação direta entre o número de horas de prática de Mindfulness e o tempo de recuperação após uma reação emocional a uma experiência negativa.

Cada vez mais empresas inserem meditação e outras práticas de atenção plena em suas rotinas. Se você lidera um time, pode ser uma boa iniciativa em 2021.

Seja Bom

Estabeleça um comportamento pró-social, que privilegia a capacidade de formar conexões fortes e uma rede de apoio real no trabalho. A bondade genuína, expressa por empatia e compaixão, é capaz de incrementar o bem-estar de quem pratica os atos de bondade, não apenas de quem os recebe.
Janeiro branco: mês é dedicado à saúde mental
12/01/2021   Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   Raiane Wentz

Para a psicóloga Fernanda Meira, o momento é importante para programar o cuidado com a mente e as emoções em 2021

 

Você já cuidou da sua saúde mental hoje? Para muitas pessoas essa é uma pergunta estranha porque, em geral, fomos acostumados a fazer check-up em rotinas médicas e odontológicas, porém, não fomos adaptados a direcionar o cuidado para o cenário emocional e cognitivo. E o ano de 2020 trouxe isso ainda mais à tona. Para a psicóloga Fernanda Meira, do Hospital Anchieta de Brasília, este foi um período revolucionário e impactante para grande parte da população mundial, pois a rotina foi modificada com o início e disseminação da COVID-19.


Ela explica que a pandemia exigiu cuidados extremos, independente da faixa etária. "Crianças e adolescentes saíram da escola para estudar em seus lares remotamente, trabalhos presenciais foram substituídos por Home Office, idosos precisaram parar suas atividades sociais cotidianas e se afastarem do convívio de suas famílias", destaca. Dra Fernanda continua: "as histórias de vida foram alteradas radicalmente diante das adaptações necessárias e rápidas para proteção da doença, além das vivências das perdas, sofrimento e o luto que, talvez, ainda se faz presente", pontua.

Para a especialista, a campanha Janeiro Branco, #Todocuidadoconta, é de extrema importância nesse momento, pois nos convida a zelar pela saúde mental, a programar o cuidado com a mente e as emoções para o próximo ano. Por isso, de acordo com ela, precisamos sim, estabelecer metas, objetivos e fazer promessas, mas para isso, é preciso planejamento, equilíbrio emocional e persistência.

"Temos que analisar também como estão as relações interpessoais, se elas estão trazendo adoecimento ou bem-estar", ressalta. "Não importa a idade, gênero, profissão, personalidade, ou o lugar no mundo que você more, o que realmente importa é fortalecer a saúde mental para que a pessoa faça suas melhores escolhas e tenha o amadurecimento emocional para escrever a sua história", analisa.

A importância do acompanhamento especializado
O cuidado com a saúde mental é conduzido através do acompanhamento do psicólogo e que pode acontecer em diferentes vertentes (individuais, em grupo, presenciais ou online) e em serviços públicos ou privados a partir de uma pesquisas em sites de cada localidade. "Que Janeiro Branco seja o primeiro mês do seu cuidado mental e emocional e seja o incentivo para novos aprendizados, ressignificações e felicidades", conclui a psicóloga.

1 2 3 4 5 6 7 8 9