Encontre empresas, produtos e entretenimento


Categoria: Saúde, Beleza
Protocoll®: O queridinho do momento para uma pele ainda mais bonita
01/06/2020   Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   QRevista

Protocoll® é um protocolo de pele todo baseado em evidências científicas, desenvolvido por uma colega, também dentista, chamada Dra. Valeria Dal Coll. Ele é feito com a associação de terapias de indução  de colágeno, que visam melhorar a qualidade da pele e reestruturar a derme para otimizar os resultados na harmonização orofacial.

Nós somos capacitados para tratar a qualidade da pele. Mas quero deixar claro que o cirurgião dentista não está apto a tratar doenças, portanto, qualquer sinal que aparecer, deve-se encaminhar o paciente ao dermatologista. 

O Protocoll® é indicado para pacientes com fotoenvelhecimento, sendo capaz de tratar melasmas, manchas de pele, cicatrizes de acne e rugas.

Iniciamos o preparo de pele com um equipamento que vai infundir ativos na pele com mínima  agressão. Estes ativos são individualizados de acordo com a necessidade do paciente. A grande novidade é a inclusão da toxina botulínica (botox) entre estes ativos. Essa toxina tem dois mecanismos de ação: muscular  (que já conhecemos) e em receptores celulares da derme, onde observamos uma melhora significativa no aspecto da pele, promovendo o clareamento. Para manter o resultado do Protocoll® usamos a tecnologia dos geroprotetores celulares, que atuam diretamente no DNA celular combatendo o envelhecimento da pele.

Depois de fazer a infusão de ativos com a Protopen, finalizamos a sessão  com a aplicação de um peeling e, no pós procedimento, o paciente leva um kit com os produtos que devem ser usados em casa (home care), junto com a suplementação via oral do tratamento.

Aproximadamente três dias após o procedimento, a pele inicia a descamação. O grau de descamação varia de leve a intenso, num acordo entre profissional e paciente e também de acordo com a necessidade de cada um.

Esse procedimento visa estimular o colágeno, atenuar as rugas, melhorar a textura e clarear a pele. Com isso, aumenta a qualidade da pele e a autoestima. Não deixe para amanhã, cuide de você!

 Onde encontrar: 
Catalano Ortodontia e Estética
Aqui na Catalano Ortodontia e Estética os tratamentos são realizados em um alto grau de precisão e os resultados são obtidos de forma rápida e satisfatória através do estudo de caso e planejamento para identificar qual técnica e material será utilizado para o tratamento do paciente.

Rua Dr. Aguiar Pupo, 120 - Centro - Itatiba/SP
Telefones: (11) 4524-5372 / (11) 93499-5372
Instagram: catalanoortodontia/
Facebook: @CatalanoOrtodontiaeEstetica
Site: http://www.odontologiacatalano.com/
e-mail: consultorioodontodj@gmail.com

Você sente Raiva
26/04/2020   Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   QRevista

Alguma vez você já perdeu a cabeça, xingou, gritou, brigou, explodiu num momento de fúria, seja com palavras ou com atitudes? Claro que todos nós já passamos por situações semelhantes a essas em algum momento de nossas vidas, não é? 

Geralmente depois desse ataque de nervosismo, costumam aparecer sentimentos variados e logo pensamos “Mandei Bem!”, “Justiça feita!” ou também podemos nos arrepender do ocorrido. Quando questionados, geralmente dizemos ou justificamos com o argumento de que aquele foi um momento de raiva. Mas não é bem assim!

Em pequenas doses, o sentimento de raiva, por exemplo, pode até ser saudável - servindo de impulso para ações ou motivações de mudanças. No entanto, o problema começa quando ela extrapola o bom senso, passa a prejudicar o bem-estar físico e o convívio social.

Então, o que seria essa tal raiva? O que é o sentimento de raiva? De um modo geral, a raiva define-se como um sentimento de protesto, insegurança, timidez ou frustração, contra alguém ou alguma coisa, que se exterioriza quando o ego se sente ferido ou ameaçado. A intensidade da raiva, ou a sua ausência, difere entre as pessoas.

A raiva ou rancor costumam ser sentimentos muito fortes, que naquele momento consome nossa energia de várias formas. Além disso, é um sentimento que aparece, mas que está em cima de muitos sentimentos ocultos (tristeza, decepção, irritação, injustiça, ameaça, mentira, perdas, prejuízos e outros), e que são desencadeadores daquela explosão.

No momento de raiva ficamos surdos, irracionais, agressivos, e geralmente nos sentimos ameaçados de alguma forma.

Se fizermos uma análise fria e honesta sobre o que nos deixou com raiva, encontraremos uma profunda tristeza por alguma perda, expectativa que não se concretizou, uma rejeição, uma mágoa ou outros motivos que nos levaram a essa tristeza angustiante.

Muitos dizem que é melhor extravasar a raiva para não ter um colapso, ou coisa do tipo, mas será mesmo que é prudente, saudável e sábio tal atitude? A descarga de adrenalina no organismo é muito grande, e com isso acontece o aumento da pressão arterial, aumento da frequência cardíaca, tonturas, cansaço físico, tremores, inquietação, falta de memória, insônia e outros, podendo a ser fatais após um infarto ou acidente vascular cerebral (AVC).

E se nós aprendêssemos o contar até 10, pedir perdão, praticar a compaixão, não responder (nem e-mails, WhatsApp, telefones e outros) na hora da raiva, esperar antes de falar, agir sem impulsividade, esperar, refletir antes de agir? 

Já dizia Shakespeare “Todos têm o direito de ter raiva, mas não tem o direito de ser cruel.” A Raiva pode gerar alívio momentâneo, mas depois pode trazer um profundo sentimento de culpa, arrependimento e depressão. Então, raiva? Para que sentir raiva? 

 PARA SABER MAIS: 
Centro de Geriatria & Psicossomática Itatiba
Dr. Carlos Alberto Santiago - CRM 83759
Especialista em Geriatria e Psicossomática

Rua Ana Abreu, N: 77 - Jardim São José
Itatiba/SP - CEP 13250-536

Tels.: (11) 4487-1627 / 9 9501-0990

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência da Q Revista doando qualquer valor. Acesse:  https://apoia.se/qrevista 

 
Ortodontia digital: Scanner iTero e aparelhos invisíveis
07/04/2020   Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   QRevista

Na Clínica Angela Viserta Odontologia, usar aparelho para endireitar os dentes e melhorar o sorriso ficou muito mais confortável. Através do tratamento com o Scanner iTero é possível transformar seu sorriso até duas vezes mais rápido, sem atrapalhar sua rotina.

Almoço com amigos? Pipoca no cinema? Os esportes que você ama? Com os alinhadores transparentes removíveis você pode continuar desfrutando de suas refeições favoritas e praticando os esportes que você ama.

O Scanner iTero, scanner digital líder no mercado, permite criar uma imagem em 3D de seus dentes em apenas alguns minutos.

Com essa tecnologia, a Dra. Angela pode mostrar o novo sorriso de uma perspectiva totalmente diferente, com conforto (sem massas ou ânsia), mais precisão, imagem dos dentes em alta resolução e um simulador de resultado Invisalign, que permite você enxergar o resultado final.

Os alinhadores transparentes Invisalign são ideais para quem tem a vida corrida e para quem não gosta da aparência dos aparelhos convencionais, uma vez que são quase imperceptíveis.

Além disso, em todas as etapas você poderá ver o seu progresso e apreciar o seu sorriso à medida em que ele se transforma.

Desfrute de suas comidas favoritas, mantenha-se ativo em todas as atividades físicas que você ama, continue usando fio dental normalmente, deixe de passar por consultas de emergência com bráquetes ou fios se danificando. Essas são apenas alguns dos diferenciais dos alinhadores Invisalign.

Invisalign First

O Invisalign First é um tratamento criado especificamente para pequenos sorrisos. Ele possibilita tratar uma ampla gama de problemas ortodônticos em crianças, dos casos mais simples aos mais complexos, incluindo apinhamento, diastema e arcos dentais estreitos.

Essa tecnologia é removível, o que facilita a higiene, ou seja, a criança consegue escovar corretamente os dentes e passar o fio dental sem dificuldade. O Invisalign First foi desenvolvido para um tratamento mais confortável e sem transtornos.

Venha transformar o seu sorriso! Você tem tudo isso aqui em Itatiba, na Clínica Angela Viserta Odontologia. A Dra. Angela tem 25 anos de formada, graduada pela Unicid Universidade da Cidade de São Paulo, especialista em ortodontia e ortopedia funcional dos maxilares, pós-graduada em Damon System Orthodontics e Invisalign Doctor.

 Para Saber Mais: 
ANGELA VISERTA ODONTOLOGIA - CROSP 59.661
Especialista em Oortodontia e Ortopedia funcional dos Maxilares
Rua Itália, 95 - Vila Brasileira - CEP 13.256-440 - Itatiba/SP
Telefones: (11) 4594-1499 / Whats: (11) 99911-6190
Instagram: @angela_viserta
Facebook: Angela Viserta Odontologia
www.angelavisertaodontologia.com.br
contato@angelavisertaodontologia.com.br

| O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência da Q Revista doando qualquer valor. Acesse:
|  https://apoia.se/qrevista

Os primeiros tempos
07/04/2020   Agricultura Cultura Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   QRevista

Itatiba: das muitas pedras à Princesa da Colina

A Equipe da Q Revista teve a oportunidade de conhecer a história da Santa Casa de perto, e como informação para a Q é muito importante, pedimos autorização de mostrar para você leitor como a Santa Casa de Itatiba começou. Mas antes disso, precisamos contar um pouco da história de Itatiba.

por Mari de Almeida / Q Revista

A fundação de Itatiba é, no mínimo, curiosa. No final do século 18, fugitivos das cidades de Atibaia e Piracaia (antiga Santo Antônio da Cachoeira), entraram mata adentro, descendo o Rio Atibaia. 

Para não serem presos pelas escoltas, embrenharam-se no sertão, criando uma pequena comunidade. As terras eram férteis, próprias para o plantio, fato que atraiu outras famílias.

Um dos primeiros a chegar por aqui foi Antônio Rodrigues da Silva, o Sargentão. Não veio sozinho: trouxe consigo uma imagem de Nossa Senhora do Belém. Em louvor a ela, ergueu uma pequena capela, em 1814, onde hoje é o bairro do Cruzeiro.

Em 1839, D. Pedro I decretou que o povoado se tornasse uma Freguesia - a Freguesia de Nossa Senhora do Belém - que caminhava a passos largos para, em 1857, passar à condição de Vila, recebendo o nome de Vila Belém de Jundiaí. 

Dezenove anos depois, a Vila foi promovida à cidade e, em 1877, recebeu o nome de Itatiba, o que na língua tupi significa “muita pedra”. 

Na segunda metade do século 19, Itatiba destacava-se como produtora de café. O consequente desenvolvimento econômico levou à construção da Companhia Itatibense de Estradas de Ferro para dar vazão à produção.

Afetada pelas crises do mercado cafeeiro, especialmente a de 1929, a cidade abriu espaço à implantação de outras indústrias, como as do ramo têxtil, de fósforos e de calçados.

Nos anos 60, com a instalação de fábricas moveleiras, voltadas ao estilo colonial, Itatiba viveu uma nova fase de expansão econômica e ganhou o título de “Capital Brasileira do Móvel Colonial”.

Hoje, compondo a Região Metropolitana de Campinas (RMC), com 120 mil habitantes (Censo IBGE – 2020), a cidade comporta uma vasta diversificação econômica, especialmente após a instalação de um moderno Distrito Industrial. 

Na área da saúde, esse desenvolvimento também é perceptível, já que a metade da população possui recursos para filiar-se aos planos de saúde. Esse cenário viabiliza um maior investimento percapita aos assistidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

Mesmo com esse cenário, em franco desenvolvimento, Itatiba não abandonou a agricultura – é a primeira produtora nacional da vagem. Também faz parte do Pólo Turístico do Circuito das Frutas, como produtora de caqui.

Além da beleza natural da cidade, construída no meio de colinas, o clima de Itatiba é um dos melhores do País. Tudo isso, somado à simpatia da população, atrai pessoas de várias regiões do Brasil, que fazem da “Princesa da Colina” o seu novo lar.

Aguarde a próxima matéria, pois contaremos como a Santa Casa iniciou em Itatiba. 

| O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência da Q Revista doando qualquer valor. Acesse:
|  https://apoia.se/qrevista 

Viver mais leve
06/04/2020   Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   QRevista

Fonte imagens: http://www.abnt.org.br

Outro dia eu estava fuçando numa livraria e vi um livro com um título muito sugestivo. Imediatamente parei e dei mais atenção a ele, peguei, e logo fui folhear para ver se o conteúdo me interessava tanto quanto a capa. Gostei de algumas coisas, de outras nem tanto e algumas até discordei. Porém, o fato é que o tal do livro me fez refletir sobre o peso que estamos atribuindo ao ato de viver. Estamos vivendo de uma maneira muito pesada onde tudo tem que estar sob nosso controle.

Precisamos saber de tudo e entender sobre tudo, ninguém mais pode fazer uma “cara de ué” diante algum assunto que, logo, será julgado, condenado ou absolvido de acordo com a moda. Sim, usei o termo moda. Vivemos tempos onde o pensar segue uma sugestão modal. Eu penso que já está passando da hora de entendermos que nem tudo que está na moda fica bem para todos, não é mesmo?

Então, eu quero propor a vocês um exercício de reflexão que eu costumo praticar. Que tal tentarmos viver mais leve?

Acredito que ter uma vida mais leve é questão de escolha. Com algumas pequenas atitudes e mudança de pensamento é possível transformar aquilo que serve apenas para fazer peso na nossa vida em fonte de alegria e satisfação. Existem algumas escolhas que você pode fazer agora mesmo para começar a viver com mais leveza, otimismo, tranquilidade e bom humor:

Não leve a vida tão a sério! Não é obrigado a ter certeza de que está no caminho mais seguro e correto. Não há necessidade de definir agora todas as direções que seguirá até o fim de sua vida. Não tem que saber se o que está fazendo agora te trará grandes resultados ou recompensas. Você pode apenas viver o momento! Aproveitando para aprender com cada momento, fazendo valer a pena!

Não faça tanta coisa! Se você tem obrigações demais e pouco ou nenhum tempo para aquilo que faz apenas por prazer, a vida se torna pesada, maçante e sem sentido. O quanto de tempo você investe no que realmente faz você se sentir bem? Reflita!.

Sorria mais! Fique o máximo que puder ao lado de quem te faz rir: estar com alguém que te faz rir com vontade é um dos (grandes) prazeres da vida. Rir faz bem, deixa a vida mais leve, traz disposição e acaba com o stress.

Agradeça! Eu sei que tem várias coisas na sua vida que não estão como você gostaria. Mas, enquanto algumas pessoas optam por agradecer por aquilo que está bom, outras passam os dias se lamentando. Os integrantes do primeiro grupo escolheram viver uma vida mais leve e sabem que a gratidão as leva para este caminho. Já as reclamações e lamentos constantes de quem se identifica com o segundo grupo encaminham diretamente para a infelicidade de crer que sua vida é um peso a ser carregado. Questão de escolha. Não é mesmo?

E finalmente, seja gentil, educado e generoso. Quando agimos positivamente em relação às outras pessoas, nossa atitude gera energia positiva tanto para elas como para você, e faz com que se sinta bem com si mesmo.

Experimente! Adicione um pouco de leveza à sua vida! Ande descalço, respire fundo, use roupas confortáveis, ria alto, deixe seu coração falar mais alto que a razão, faça o que tem vontade, ame sua vida! São coisas como estas que fazem com que sejamos mais abertos aos bons sentimentos e sensações que a vida pode nos proporcionar. 

 PARA SABER MAIS 
Isabel C. Bona Branco
Psicóloga Clínica Cognitivo Comportamental - CRP 06/58509-1
Rua  Pedro Elias de Godoy, 123
Jd. Cel. Peroba - Itatiba/SP
Contato (11) 9 6184-4653

| O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência da Q Revista doando qualquer valor. Acesse:
|  https://apoia.se/qrevista 

A importância da vacinação em todas as idades por Ciro Perrella
16/03/2020   Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   QRevista

Graças as vacinas, doenças que mataram milhões de pessoas ao longo da nossa história foram dizimadas. Como exemplo, a varíola – doença altamente contagiosa com sintomas parecidos com os da gripe – que foi considerada erradicada na década de 80. Em 2015 a rubéola também foi considerada eliminada nas Américas, e a poliomielite (paralisia infantil) está em vias de ser erradicada no mundo todo.
Mas afinal, o que é uma vacina? Segundo o médico pediatra Ciro Perrella, bactérias e vírus atacam nossas células e se multiplicam. Essa invasão é chamada de infecção, e por conta dela, adoecemos. As vacinas estimulam o sistema imunológico fazendo-o produzir anticorpos que atuam como agentes de defesa contra os esses micróbios que provocam doenças.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) estima que entre 2 e 3 milhões de mortes poderiam ser evitadas pela vacinação. “Toda vacina, pra ser aprovada e licenciada no Brasil, passa por um processo rigoroso de avaliação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o que garante sua eficiência”, afirma Dr. Ciro Perrella.

No momento, o Brasil enfrenta uma nova onda de contágio de sarampo. Essa é uma doença viral, que se manifesta de forma aguda, extremamente contagiosa e produz alterações na pele. Suas principais complicações são infecções respiratórias, otite, doenças diarreicas e neurológicas (encefalite). Há um estudo publicado em 2015 pela Revista Science que informa que o sarampo pode afetar o sistema imunológico do paciente por até três anos, trazendo um risco maior de contraírem outras doenças infecciosas e potencialmente mortais.

Em uma situação normal, todas as pessoas entre 1 e 29 anos de idades devem receber duas doses de vacina SCR (sarampo, caxumba e rubéola), com intervalo mínimo de 30 dias entre elas. Caso a pessoa tenha recebido apenas uma dose, é necessário apenas complementar o seu calendário vacinal com a segunda dose. Pessoas com mais de 29 anos de idade, até os nascidos em 1960 (com 59 anos em 2019) devem receber uma dose da vacina SCR. E para as pessoas nascidas antes de 1960 não há necessidade de vacinação.

Em caso de surto, como está ocorrendo em São Paulo, todas as pessoas devem se vacinar. A norma diz que a primeira dose deve ser a partir de 1 ano, mas essa recomendação tem mudado em função do surto que está ocorrendo na cidade. O Ministério da Saúde orienta vacinar bebês a partir de 6 meses.

“Aos meus pacientes, também tenho recomendado vacinar crianças contra o sarampo a partir de 6 meses. A dose anterior a 1 ano de idade é uma realização precoce da vacina, para, em momentos de surto, proteger os bebês mais novos. Essa dose precoce não substitui as outras duas protocolares, que devem ser realizadas aos 12 e aos 15 meses”, diz Dr. Ciro.

O calendário de vacinação no Brasil se inicia no nascimento, se estendendo até a chamada terceira idade. Segundo Dr. Ciro, a cobertura vacinal no Brasil tem ficado abaixo da meta nos últimos anos, possivelmente em função da falta de conhecimento a respeito das vacinas que deveriam ser tomadas.

É importante evidenciar que pais ou guardiões legais que não levam seus filhos para a vacinação, de acordo com o cronograma, estão cometendo um ato ilegal, e poderão responder por isso. “Se uma criança adoecer ou morrer em função de uma doença que poderia ter sido evitada com a vacinação, o responsável pode até mesmo ser indiciado por homicídio doloso”, afirma.

Em caso de dúvidas, procure o Posto de Saúde mais próximo de sua casa ou, preferencialmente, um médico de sua confiança.

Ciro Perrella é pediatra formado em 2001, pela Univerdade São Francisco, em Bragança Paulista. Especializou se em Pediatria, intensivista pediátrico. Escolheu, desde então, se estabelecer em Itatiba. Em 2009, com o apoio do então provedor da Santa Casa, encarou o desafio de iniciar o atendimento de UTI Neo natal em Itatiba.

 Onde Encontrar 
Praxx comercial
Av. dos Expedicionários Brasileiros, 333 - 9º Andar - Sala 903 - Itatiba/SP
e-mail: drciroperrella@gmail.com
Whats: (11) 9 4124-4077
Face: Dr Ciro Perrella

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência da Q Revista doando qualquer valor. Acesse:  https://apoia.se/qrevista

Você tem medo de mudanças?
16/03/2020   Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   QRevista

Se hoje você percebesse que está na hora de mudar, o que você faria ou quais seriam seus sentimentos? Muitas pessoas têm medo da mudança devido a uma simples questão: ela é uma incógnita, ou seja, será vivido algo desconhecido e, por isso, a dúvida e a insegurança.

Quando fazemos coisas iguais não precisamos de tanta atenção ou cuidado, o que gera um certo comodismo e um falso conforto. É a famosa expressão “deixar no piloto automático’’ e seguir em frente.

Mudar requer energia e planejamento. Sair da rotina necessita de muita atenção e pode parecer algo desgastante, mas mudanças são necessárias em vários aspectos ou momentos de nossas vidas.

Já dizia Raul Seixas “prefiro ser aquela metamorfose ambulante do que ter a velha opinião formada sobre tudo”. Mudar com equilíbrio e sem exageros faz muito bem a saúde mental, pois ajuda a criar conexões no cérebro. Além disso, as mudanças de hábitos como dieta, atividade física e laser podem proporcionar melhor quantidade e qualidade de vida.

Pessoas que sentem medo e não consegue mudar, que vivem uma rotina sem fim, podem ter sua vida pessoal e profissional afetadas pela ansiedade ou até mesmo depressão.

O pensamento positivo é capaz de auxiliar as pessoas a alcançarem seus objetivos com mais rapidez. Então, pense positivo, defina metas, converse sobre o medo, trace planos, tenha calma, cautela e siga em frente.

Encare as mudanças como portas para a liberdade e a felicidade, seja na transformação das atitudes ou comportamentos, de como valorizar seu tempo com pessoas queridas ou algo que você gosta. Inicie um trabalho novo, um relacionamento e projetos que já estão no pensamento há tempos.

Bora Mudar!

 Centro de Geriatria & Psicossomática Itatiba 
Dr. Carlos Alberto Santiago - CRM 83759
ESPECIALISTA EM em geriatria e psicossomática
Rua Senador Lacerda Franco, 495 - Centro - Itatiba/SP
Tels.: (11) 4487-1627 / 9 9501-0990

| O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência da Q Revista doando qualquer valor. Acesse:
|  https://apoia.se/qrevista 

Mitos e verdades sobre nossos cabelos
16/03/2020   Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   QRevista

Por Ana Candida Gava

Quando o assunto é cabelo, existem diversas dúvidas sobre o que realmente devemos fazer. Lavar todos os dias? Usar o shampoo duas vezes? Água quente realmente faz mal para os fios? E ainda tem a crença da influência da lua nos cortes. O que realmente devemos fazer? A sócia-proprietária, cabeleireira e maquiadora do Salão Wandda’s, Ana Gava, separou alguns mitos e verdades sobre o assunto. Confira!

- Lavar o cabelo todo dia faz mal?
MITO! De forma alguma! Pode sim lavar os cabelos todos os dias, o que precisa se atentar é sobre os produtos que se utiliza nos fios. Hidratar as pontas e cuidar do couro cabeludo é essencial!

- O botox capilar hidrata o cabelo?
NEM MITO, NEM VERDADE! Muitos chamam de botox os derivados de progressiva. Se for esse caso, a resposta é não. Não Hidrata! Mas outros profissionais chamam de botox tratamentos de aminoácidos que nutrem e reparam o cabelo. Vale ressaltar, que nesse caso, não se alisa os cabelos e nem se tira o frizz, apenas hidrata!

- Utilizar secador todos os dias danifica o cabelo?
VERDADE! Usar todos os dias secadores e pranchas danifica, mas vale a pena usar uma proteção térmica indicada para o seu tipo de cabelo, que ajuda a reduzir o dano.

- É verdade que existem vitaminas que ajudam o cabelo a crescer?
VERDADE! A base de Biotina e complexos vitamínicos ajudam no processo de crescimento dos fios.

- É necessário passar shampoo duas vezes?
NEM MITO, NEM VERDADE! Tudo depende do estado do seu couro cabeludo e quando foi a última lavagem dos cabelos. Quem lava todo dia pode até usar o shampoo uma vez. Mas quem lava dia sim, dia não, ou com pausa maior, pode usar o shampoo mais uma vez. Nesse caso, a primeira demão remove as impurezas e sujeiras e a outra inicia o tratamento.

- Água quente faz mal para o cabelo?
VERDADE! Se for muito quente faz sim! Mal para os cabelos e para a pele.

- Dormir com os cabelos molhados faz mal?
VERDADE! Principalmente se tiver muito cabelo e volume. Você já viu seu travesseiro no microscópio? Tem ideia da quantidade de ácaros que moram lá? Agora imagina umedecer esse local e depois ficar com os cabelos por horas, com o corpo quente, suor… Melhor dormir de cabelos secos, pode apostar!

- A lua realmente influencia no corte de cabelo?
NEM MITO, NEM VERDADE! Não há evidências científicas suficientes que mostrem relação entre o ciclo lunar e o volume ou a textura capilar... Mas se o psicológico acha que sim, acredite! Porque nossa mente tem o poder.

- Cortar o cabelo com maior frequência ajuda a fazer ele crescer?
MITO! Olha... Ajuda a melhorar o aspecto e manter um bom corte. Nos sentimos tão bem que nem percebemos se ele cresce ou não!

- Shampoo anti-resíduos ajuda a diminuir a oleosidade?
MITO! Esse tipo de shampoo deixa o couro cabeludo tão limpo que faz com que nosso corpo produza ainda mais sebo, ou seja, ele fica ainda mais oleoso. 

 Wandda’s Fashion Hair 
Aproveite nossas promoções seguindo Salão Wanddas nas redes sociais.

Siga através do Instagram:
@salao.wanddas @wanddas.baroneza

Facebook Salão Wandda\'s
Whats: (11) 98531-4549
Tel.: (11) 4894-8014
www.wanddas.com.br

1 2 3