Encontre empresas, produtos e entretenimento


4 dicas para criar um ambiente agradável para o seu cachorro
  Data de publicação: 19/04/2021     Categoria(s): Pet e Cia
 Postado por:   Iara Consoline

Mesmo rodeado de atenção, existem momentos em que o cão pode ficar entediado pela rotina ou por um período sozinho em casa, assim, móveis roídos e alguns comportamentos desagradáveis como choro, latidos e xixi fora do lugar começam a acontecer.

Neste caso, o enriquecimento ambiental é uma boa medida para distrair o peludo, criar um ambiente divertido para o cão em casa é capaz de aumentar a interação do animal com os espaços da casa de forma lúdica, mantendo o pet entretido e estimulado para exercer seus instintos naturais como cheirar, cavar, buscar alimentos, explorar, etc.

Com criatividade e paciência, seu pet terá uma rotina com mais atividades e desta forma terá mais qualidade de vida, engana-se quem pensa que adaptar o ambiente é uma tarefa difícil e complicada, confira as 4 dicas que preparamos para você, com um pouquinho de tempo e criatividade seu cachorro vai ficar menos estressado na sua ausência. Vamos lá?

1. Ofereça brinquedos

Existem brinquedos muito interessantes no mercado, mas alguns também podem ser improvisados em casa, use a criatividade!

Os brinquedos de rechear são bem interativos, pois podem guardar biscoitos e petiscos que os cães devem se esforçar para tentar tirar. Também é válido oferecer bichinhos de pelúcia, de corda ou aqueles que fazem barulho.

 

2. Proponha desafios mentais

Existem brinquedos específicos para estimular mentalmente o pet, mas algumas coisas podem ser improvisadas em casa como: oferecer uma garrafa pet com petiscos dentro, dar um coco verde para que ele possa destruir e ainda, esconder petiscos pelos locais da casa onde o pet passa para que ele tenha que procurar. Outra dica são os brinquedos inteligentes que exigem alguma ação dos animais para oferecer uma recompensa.

 

3. Modifique o ambiente

O mais importante é oferecer diferentes tipos de brinquedos com texturas, cheiros e barulhos variados. Cada animal terá preferência por um tipo, por isso, encontre o que trará maior diversão para o seu peludo.

Outro ponto é que os pets terão maior atração por objetos novos. Se você deixar os todos os objetos sempre espalhados no ambiente em que o cão vive, ele vai perder o interesse por ele. Então, faça sempre um rodízio dos brinquedos, colocando, a cada dia, um diferente. Isso ajuda a deixar o ambiente mais interessante.

 

 4. Ofereça recompensas

Uma forma divertida de estimular o pet é usar brinquedos dispensadores de alimentos, usando parte da refeição diária. Essa dica é da etóloga e especialista em comportamento de cães e gatos Denise Falck. “Isso estimula o seu instinto natural, caçar, se mover para comer. E o estímulo de cair a comida gostosa vai incentivar o pet. Também pode usar outros alimentos, frutas e legumes, com a orientação do veterinário”.

Se preferir você pode colocar a ração dentro de uma garrafa pet com furinhos. Assim, o peludo deve rolar a garrafa até que a ração saia pelos pequenos buracos.

Outros brinquedos como o kong, que não exigem uma grande movimentação é ideal para pets idosos ou que tem limitação na movimentação. “Eles vão tentar retirar o alimento com a língua e isso vai entretendo o animal sem a necessidade de grande movimentação. Isso pode motivá-lo por muito tempo e com o tempo, o tutor pode aumentar a dificuldade com alimentos mais duros, congelando o conteúdo. Agora, se ele desistir no meio do caminho, vale a pena reduzir a dificuldade, pois a ideia é que ele se divirta”, orienta Denise.

Dica extra: é importante pensar bem no petisco que oferecerá ao seu pet, a Fórmula Maracujá da Botica Pets pode ajudar a controlar a ansiedade do pet e também é encontrada em forma de petisco, conheça a Fórmula Maracujá da Botica Pets 

Imagem: <a href='https://br.freepik.com/fotos/cao'>Cão foto criado por master1305 - br.freepik.com</a>


Publicidade
Siga-nos no Instagram

Empresas Recentes