Encontre empresas, produtos e entretenimento


Saúde é o que interessa, ok?
  Data de publicação: 13/01/2021     Categoria(s): Saúde, Beleza & Bem-Estar
 Postado por:   Renato Antonio

Falar sobre saúde mental é sempre bem desafiador, pois eu não consigo ver saúde mental separadamente de um quadro de saúde geral. Para mim, o ser humano é uma espécie altamente complexa justamente por não sermos capazes de lidar com as partes, seria fácil lidar somente com as doenças cardíacas se elas não afetassem meus pensamentos, seria consideravelmente fácil tratar a fratura de um membro se ele não estivesse ligado aos pensamentos e ideias que tenho de mim e assim seguiria uma lista imensa de exemplos. Porém, não é assim. O ser humano é complexo! O ser humano é um emaranhado de conexões! O ser humano é maravilhosamente um ser integral! Bom, essa é somente minha opinião, ok?

Então, considerando essa complexidade e todas as conexões entre nossa saúde mental e física. Quero convidá-los a pensar um pouquinho mais sobre o que é ser saudável.   Dizem por aí que psicólogos adoram ficar fazendo perguntas, hoje não vou fugir a essa regra! Espero com minhas perguntas provocar em você um turbilhão de dúvidas, pois assim aprendemos mais.  Segundo Aristóteles “A dúvida é o princípio do aprendizado”. Pois bem, o que você anda pensando sobre sua saúde? Quais são seus planos para ter mais saúde ou manter-se saudável?  Você está satisfeito com seu estilo de vida? Você acredita que está comendo bem? E bebendo pouco ou muito? É capaz de fazer alguma atividade física?  Ah já sei! Anda querendo eliminar ou obter alguns quilinhos? Mudou a cor dos cabelos? Está pensando em se tornar vegetariano? E seus pensamentos como andam? Está animado com as possibilidades que a vida tem lhe apresentado? E esse coração bobinho está amando ou fechado para balanço? Sua autoestima vai bem? Como será sua nova rotina? Será que vou aceitar esse “novo normal”? Minha saúde física e emocional foi modificada para sempre? Ufa! Vou dar-te um minutinho para pensar! 

São muitas perguntas, não é mesmo? Mas tenha certeza que não são nem uma pequena parte das perguntas poderosas que deveríamos nos fazer sempre. Mas, fazer perguntas não é realmente uma atitude que assuste ou limite o ser humano, ah não é mesmo! Vivemos fazendo perguntas, vivemos querendo saber, tudo sobre todos! Não é mesmo?  O mais interessante é que vivemos bombardeando os outros com muitas perguntas, mas raramente paramos para fazer esse autoquestionamento. 

Não se sabe bem como, nem exatamente o porquê (será mesmo que não sabemos?)  nossa tendência é olhar mais a vida do outro do que a nossa. Vamos para as redes sociais com a única e exclusiva intenção de perguntar. O que as outras pessoas estão fazendo?  O que elas estão usando?  O que estão comendo? Como estão seus corpos? (Sempre lindos, é claro!). Como estão criando seus filhos? Como estão enfrentando a pandemia da Covid-19? Quais as melhores dicas para manter a lucidez? São infinitas as possibilidades de questionamento. Tudo nós queremos copiar, queremos fazer tudo igual. Ah que pena! Estamos todos ficando iguais?

 Será mesmo possível sermos iguais? Para essa pergunta, tenho certeza que você já sabe a resposta. É claro que não! E diante dessa negativa, o que fazemos? Ou buscamos nosso autoconhecimento, nossa auto aceitação, nossa conexão com nosso projeto de vida ou entramos pelos caminhos das frustrações onde tudo o que é do outro nos parece melhor e mais belo. 

Lembre-se: o autoconhecimento é a condição irrenunciável para uma existência feliz e realizadora. Cuidar da saúde física e mental é realmente a única coisa que deveria ter valor em nossas vidas!   

Um abraço, até a próxima.

Isabel C. Bona Branco

PARA SABER MAIS: 

Isabel C. Bona Branco

Psicóloga Clínica Cognitivo

Comportamental - CRP 06/58509-1

Rua  Pedro Elias de Godoy, 123

Jd. Cel. Peroba - Itatiba/SP

 (11) 9 6184-4653


Publicidade
Siga-nos no Instagram

Empresas Recentes